Cachoeiro de Itapemirim recebe na próxima semana a visita do Circuito Cinema na Praça. Um caminhão adaptado para se transformar em cabine de projeção vai a três comunidades para realizar sessões gratuitas de curtas-metragens nacionais. A iniciativa é do Instituto Marlin Azul, com patrocínio da Samarco e apoio da Secretaria Municipal de Cultura.

Na segunda-feira (09), o caminhão estará no bairro Village da Luz, na quadra da associação de moradores. Na terça (10), na quadra da escola municipal Maria das Dores Pinheiro Amaral. E na quarta (11), no distrito de Pacotuba, ao lado da escola municipal Luiz Semprini. Todas as sessões começam às 19h. O veículo transporta tela de cinema, projetor e som digitais, além de cadeiras.

Serão exibidos seis filmes, entre documentário, ficções e animações produzidos no Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná. O objetivo da ação é facilitar a pessoas de todas as idades o acesso a produções cinematográficas brasileiras.

“Recebemos de braços abertos iniciativas como essa, que valoriza as comunidades, seus espaços de convivência e promove o entretenimento, a reflexão e a educação para plateias com pouco acesso ao cinema brasileiro de qualidade”, destaca a secretária municipal de Cultura, Joana D’Arck Caetano.

Circuito Cinema na Praça

Ele (Animação, 12’, 2007, ES)
Direção: 150 alunos da rede pública de Vitória
Sinopse: Ele é o cara. (Homenagem ao compositor Noel Rosa)

Eu Queria Ser um Monstro (Animação, 8’, 2009, RJ)
Direção: Marão
Sinopse: Cotidiano de uma criança com bronquite.

Quando o Universo Conspira (Ficção, 15’, 2008, RJ)
Direção: Caio Bortolotti
Sinopse: Um garoto quer conquistar uma garota, mas o objetivo parece mais difícil do que parece. Personagens que se apresentam como o Tempo, o Vento, a Chuva e a Música, vão aparecendo um a um na tentativa de ajudar o garoto.

A Galinha ou Eu! (Ficção, 15’, 2011, PR)
Direção: Denizia Moresqui
Sinopse: Denizia, cinco anos, vive em uma fazenda repleta de animais e os trata como se fossem seres humanos. Um dia, fica com raiva de uma galinha e a persegue pelo quintal. O bicho entra na privada e cai no buraco. Então, Denizia tem que escolher entre salvar a galinha e levar uma surra ou deixar o animal morrer e escapar do castigo. Baseado em memórias da infância da diretora.

O Dono do Carnaval (Ficção, 15’, 2009, SP)
Direção: Maria de Lourdes Scabine Lezo
Sinopse: Em uma pequena cidade do interior, um homem disputa com as mulheres o direito de desfilar vestido de baiana no Carnaval. Uma série de mal-entendidos leva os moradores a acreditar na morte do personagem, que, mesmo dado como morto, não deixa de fazer sua aparição triunfante no desfile. A história é inspirada em Bil, morador de Taiaçu, que, além de ser um reconhecido e tradicional “benzedor”, fantasia-se de baiana todos os anos nos desfiles carnavalescos.

Brilhantino (Documentário, 15’, 2005, ES)
Roteiro, direção e produção: Ériton Bernardes Berçaco
Sinopse: Depois de perder suas terras, Brilhantino se recusou a ir embora, indo morar em uma caverna localizada em sua antiga propriedade.